MELBOURNE

Depois de 11 horas de viagem de trem de  Sydney a Melbourne, apreciando belas paisagens, eis que chegamos nesta cidade surpreendente e  agitada. Melbourne é uma cidade incrível em todos os sentidos, a cidade é culturamente rica e ativa, confesso que adorei a cidade, e moraria lá tranquilamente “rs”, a cidade foi considerada em 2015 pelo 5º ano consecutivo  a melhor cidade para se viver do mundo.

Melbourne é uma mistura de arte, classe e estilo. Você nunca sabe quando será surpreendido por um novo cantinho ou um café que você nunca notou.

ficamos hospedados próximo ao bairro Chinatown, na Little Bourke Street, um bairro super agitado, com várias lojas de departamento, restaurantes e  barzinhos ao redor.

Todo este trajeto fica dentro da Free Tram Zone, então você não precisa pagar nada para se transportar dentro dela. Caminhar também é um ótimo meio de se locomover pela Little Bourke, já que, apesar de longa, tem muita coisa a oferecer.

Estivemos lá no mês de fevereiro e a temperatura estava super agradável entre 24 e 30 graus !!!

APRECIANDO A CULINÁRIA E FAZENDO COMPRAS NO CENTRO DE MELBOURNE

desfile chines

Chinatown

Na hora de decidir o que fazer em Melbourne, sua culinária sofisticada e cosmopolita deve entrar no cardápio, já que em seu centro é possível provar um pouco de cada canto do mundo.

A litlle bourke street está ao lado do Chinatown, e o nosso hotel há 50 metros, lá você encontrará inúmeros restaurantes orientais para todos os gostos, e também o Greek Precinct, ruas que foram ocupadas por imigrantes gregos, também cheias de restaurantes especializados em comida mediterrânea.

Para quem gosta de fazer compras (e tem dinheiro para isso), nessa região da cidade ficam as maiores grifes do mundo, como Armani, Prada, Louis Vuitton, Bvlgari, etc. Tem também a queridinha de quem gosta de estilo pagando um preço legal, a H&M.

federation square melbourne

Federation Square

Federation Square (também conhecida como Fed Square) é um espaço público de grande valor cultural da cidade de Melbourne, Austrália. A Fed Square engloba vários museus, cinemas, teatros e restaurantes, formando o centro de lazer de Melbourne.

federatio square2

St Paul’s Cathedral e o ACMI

A Federation Square é o coração de Melbourne. Uma praça pequena, mas cheia de vida e com inúmeros museus e prédios históricos. Ali, o antigo se mistura com o que há de mais moderno, e a cultura chega a ser palpável de tanta variedade em um único local. Uma vez ali você nunca ficará sem ter o que fazer em Melbourne.

AS MARGENS DO YARRA RIVER

beira rio

Caminhando por trás da Federation Square chega-se ao Yarra River, o rio mais famoso da cidade. Vários restaurantes se encontram em suas margens, e em dias de sol eles ficam cheios de pessoas apreciando sua culinária e provando de suas cervejas. Além disso, é um passeio muito agradável caso só queira deitar na grama e observar os barcos passarem. Um dos pontos altos da cidade!

Nas margens do rio, tem o hotel Crown – 5 estrela maravilhoso, e o cassino é enorme, acho que nem em Vegas tinha visto um cassino tão enorme quanto o deste hotel, a noite fica lotado de gente transitando pelo lobby do hotel, vale a pena uma visita.

hotel crown

Hotel Crown

EUREKA SKYDECK – MIRANTE MAIS ALTO DO HEMISFÉRIO SUL

predio skyline

Eureka Skydeck

sky vidro

Situada no 88º andar, a plataforma de observação do edifício Eureka Tower, em Melbourne, é tão alta que, durante a subida no elevador até lá, sente-se uma pressão no ouvido semelhante à que ocorre durante a decolagem de um avião.

Em apenas 38 segundos chega-se do térreo até esse ponto de observação que fica a 285 metros de altura e é considerado o mais alto do Hemisfério Sul.

Todo envidraçado, o Eureka Skydeck ocupa um andar inteiro do arranha-céu de 297 metros e 92 andares e permite ter uma vista de 360º de boa parte da cidade australiana.

Turistas fazem fila para experimentar um de seus principais atrativos: o The Edge, um cubo com paredes, piso e teto de vidro que se projeta três metros para fora do prédio.

A sensação de estar suspenso no vazio só é amenizada pela presença das barras metálicas que fazem parte de sua estrutura.

Localizado na margem sul do Rio Yarra, que corta a cidade, o Eureka Tower é um edifício residencial e tem moradores até o 87º andar. Foram gastas 110 mil toneladas de concreto para construí-lo, e seu peso é de 200 mil toneladas.

O ingresso para adulto custa 18 dólares australianos  para a visita diurna, e 22  para a noturna. O acesso ao The Edge tem custo extra de 12 dólares australianos.

Vale a pena visitar, é uma sensação única !!!

SANTA KILDA BEACH

santa kilda beach

Sta Kilda Beach

Ao sul, na baía de Port Phillips, fica a cultuada praia de St Kilda, uma região litorânea para onde muitos turistas se direcionam diariamente. Lá, caso vá em dias quentes, poderá se banhar em suas águas, tomar um sorvete e caminhar por suas lindas ruazinhas. Em St Kilda também fica o Luna Park de Melbourne, famoso parque de diversões da cidade, onde é possível ter a melhor visão do mar do alto de sua montanha russa.

Luna Park

Luna Park

STATE LIBRARY OF VICTORIA

LIVRARIA

State Library Victoria

state library

Com mais de dois milhões de livros e a maior cúpula arquitetônica do estilo já feita no mundo, a Biblioteca Estatal de Victoria é um passeio à parte no coração de Melbourne. No centro da cidade e em frente à Melbourne Central Station, você pode desfrutar de todos os serviços como consutlas online, internet, computadores, acervos, etc.. como um cidadão local. Arquitetura? Confira, é imperdível.

MELBOURNE MUSEUM

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Melbourne Museum

melbourne museu 2

Se você quer conhecer mais sobre a história e a cultura australiana visite o Melbourne Museum. O museu conta também com um cinema IMAX onde você pode assistir filmes e documentários em 3D.

QUEEN VICTORIA MARKET

marcado3

Queen Victoria Market

mercado1

O Queen Victoria Market é um dos pontos mais famosas da cidade sendo o maior mercado ao ar livre no Hemisfério Sul. Você vai encontrar os mais variados produtos desde comida até roupas, vale a pena ir conhecer, tem de tudo que você imaginar.

JARDIM BOTÂNICO

jardim botanico

Royal Botanic Gardens

38 hectares de espaço verde e montanhoso, diversas plantas, árvores e riqueza de espécies tomam conta do Royal Botanic Gardens localizado aos pés do CBD de Melbourne. Apenas 15 minutos a pé da Federation Square, o jardim é um incrível lugar para passar o dia ou fazer um tradicional pic-nic australiano com os amigos ou família, o verde dentro de uma selva de pedra.

STREET ART TOUR

Melbourne-Hosier-Lane-Street-Art

rua grafite

Hosier Lane Street

A rota de street art em Melbourne, uma das das grandes capitais de arte de rua do mundo.  No centro da cidade você encontrará uma série de lanes, ou ruazinhas entre as ruas principais, com todo tipo de cores, formas e desenhos, verdadeiras obras de arte. A Hosier street é fantástica, vale a pena fazer uma visita.

GREAT OCEAN ROAD

12 apostolo

Great Ocean Road

12 apost2

Se você está planejando uma viagem a Melbourne, o que não pode faltar na sua lista é a Great Ocean Road. Lá você vai encontrar os famosos 12 apóstolos, picos de surf conhecidos mundialmente, um refúgio de coalas e pássaros nativos, além de ir beirando a costa com suas falésias e paisagens de tirar o fôlego. Uma das estradas mais belas do mundo, localizada a  apenas 1 h e meia de Melbourne. O jeito mais fácil de chegar lá é alugar um carro e ir curtindo a estrada

BRIGHTON BEACH

CASINHAS

Brighton é um dos bairros mais ricos de Melbourne, com casas maravilhosas e as icônicas bathing boxes ou casas de banho, ao todo são 82 casinhas coloridas ao longo de Brighton Beach, cada uma com um estilo e pintadas com cores vivas.

Todas mantêm uma mesma identidade arquitetônica, com armações de madeira e telhados de zinco. Sem eletricidade ou água corrente, são apenas locais para guardar equipamentos de esporte e itens de verão, época em que a praia fica bastante movimentada e cheia de vida.

CITY CIRCLE TRAM

free tran

Tram – Turístico de Melbourne – bondinho gratuito que roda pelo centro da cidade

o tram é  como se fosse um “bondinho” dentro da cidade. Ele também liga bairros mais longes ao centro, porém as estações são mais próximas uma das outras. Dentro da cidade em quase todo quarteirão existe uma parada de “bondinho”.

Tanto o Tram como o Train possuem Zona 1 e Zona 2. Dependendo da zona que você vive é necessário pagar um pouco mais. Normalmente a zona 2 fica em torno de 40 minutos de train da cidade.

O tram é uma ótima opção free para curtir a cidade num todo. Apenas pegue o City Circle e não se preocupe em pagar nada, você pode andar aos arredores da cidade, descer nos pontos turísticos e retornar ao passeio novamente. Sem pagar nada, é claro.

estacao trem

Train Station

Principal estação de train, Flinders Street Station

mapa do tram bondinho

Mapa do Tram (bondinho) em Melbourne

FreeTramZone_800x540

Não só os trams são perfeitos a quem circula pela cidade, como Melbourne ainda instituiu no centro uma região conhecida como “Free Tram Zone” – uma área onde o bondinho trafega gratuitamente para qualquer usuário que embarque e desembarque dentro de seus limites. Esta área abrange todo o centro da cidade e como é lá que estão as principais atrações turísticas, é possível ter gasto zero – ou próximo disso numa visita à cidade.

bondinho

Famoso Tram (bondinho)

 

mapa do trem em melbourne

Mapa do Train em Melbourne

trem

Train – o trem de Melbourne

O train é o trem comum, igual aos que temos e conhecemos. Ele liga o centro aos bairros e cidades mais longes, sendo que as estações acabam sendo mais distantes umas das outras.

Os ônibus são como os de qualquer outro lugar, só que bem mais vazios do que estamos acostumados no Brasil, e todos os pontos de ônibus tem uma “timetable” que informa os horários que os ônibus vão passar. Nós brasileiros custamos um pouco a acreditar que isso pode realmente funcionar, mas você pode ter certeza que funciona, viu? Faça chuva ou faça sol, o ônibus vai passar no mesmo horário que está marcado na “timetable”.

onibus

Onibus de Melbourne

tabela ponto onibus

Timetable de um ponto de onibus

Todos eles são integrados por um único cartão (como o Bilhete Único em São Paulo) que serve para todos esses três transportes. O Myki, como é chamado, pode ser carregado de duas maneiras:

  • Myki Money – Essa forma de utilização é a mais comum para as pessoas que não precisam pegar os transportes todos os dias. Isso porque você pode colocar qualquer valor no cartão e para cada vez que é utilizado é cobrada a taxa de AU$ 3,50 (dentro de duas horas você pode pegar os transportes pagando apenas essa taxa). Exemplo: se você pegar um ônibus e o trem para ir até a escola de inglês de manhã você vai pagar AU$ 3,50, depois que acabar sua aula, lá pelas 13h e você for voltar para casa, você irá pagar mais AU$ 3,50. Sendo assim seu gasto no dia será de AU$ 7.
  • Myki Pass – Já essa outra forma é para quem necessita pegar o transporte todos os dias. Isso porque esse sistema funciona como um pacote de dias (esse pacote de dias deve ser no mínimo 7 dias) e você pode utilizar quantos transportes quiser. Usando o mesmo exemplo anterior, se você pegar um ônibus e um trem de manhã para ir à escola, e um trem e um ônibus para voltar, com o Myki Pass você só vai pagar AU$ 4,30. A única diferença é que você precisa colocar dinheiro para os dias corridos. Ou seja, se colocar para 4 semanas de transporte você vai pagar cerca de AU$ 120. A diferença é que você está pagando por dias corridos (usando ou não usando você irá pagar pelo dia).

CHADSTONE – COMPRAS FORA DA CIDADE 

Chadstone_Place_Entrance

Chadstone

shadstone interno

shuttle para shadstone

Tem algum dia sobrando em Melbourne? que tal ir fazer compras fora da cidade, em um enorme shopping center, ( CHADSTONE) parecido com os outllets dos Eua, lá você encontrará várias marcas famosas conhecidas e muitas marcas Australianas, confesso que achei os preços bem atrativos, tem um shuttle que leva e trás gratuitamente a cada 30 minutos. O ponto da shuttle fica bem em frente a Federation Square.

O interessante é reservar assentos pelo site antes de ir, pois você pode correr o risco de querer voltar em um certo horário e não encontrar assentos disponiveis.

http://www.chadstone.com.au/

 

ONDE FICAR EM MELBOURNE?

Mercure hotel Welcome 

ONDE COMER ?

 Cookie Restaurante – Chin Chin (comida Asiática) Como há muitos chineses na cidade, não faltam restaurantes de comida chinesa pelas ruas. Uma comida típica popular são os dumplings, um “bolinho” feito com uma massa fina que pode ser feita a vapor ou frito. Você topará com diversos restaurantes de dumplings no centro

QUANDO IR ?

A temperatura média anual da cidade é de 14ºC e não há uma estação chuvosa, as chuvas são bem distribuídas ao longo do ano. No verão, a média é de 19ºC, mas não estranhe se os termômetros atingirem temperaturas próximas dos 40ºC em um dia de sol. Faz muito calor em Melbourne durante o verão e esse é o período em que os “melbournians” mais aproveitam as atividades ao ar livre. Fomos em fevereiro e estava uma temperatura super agradável, pegamos dias acima dos  30 graus.

 

 

 

 

Anúncios

11 comentários sobre “MELBOURNE

  1. paula Guedes disse:

    Antes de mais nada, parabens pelo blog. Gostaria de saber se a viagem de trem de Sydney a Melbourne è interessante e confortavel? Vale a pena?

    Grato,

    Paula !!!

    Curtir

    • GARAVIAGEM disse:

      Oi Marina, obrigado por visitar o blog. Então nos meses de janeiro a maio é ótimo, com temperaturas super agradaveis, eu fui em fevereiro, e estava ótima, peguei dias acima dos 30 graus !!!

      Curtir

  2. Leonor Pereira disse:

    Ola, estou indo pra Melbourne em Junho e estou em duvida qual bairro ficar. Esse bairro Potts Point è interessante? Parabens pelas dicas !!!

    Curtir

    • GARAVIAGEM disse:

      Oi Leonor, obrigado por visitar o blog, de junho a setembro é um pouco mais frio podendo variar um pouco mas geralmente esta entre 6 a 16 graus, sendo 6 a minima e 16 a maxima.

      Aproveite a viagem Australia é linda !!!

      Curtir

  3. Leonor Pereia disse:

    Digitei errado, bairro Potts Point nao esse é em Sydney me confundi, a Rua Little Bourke proximo ao Chinatown é muito agitada? Pretendo fazer uma reserva num hotel nesses arredores, li no blog que tem varios restaurantes ao redor?

    Obrigado !!!

    Curtir

    • GARAVIAGEM disse:

      Oi Maria Jose, obrigado pelo comentario, entao melhor solução é alugar um carro, tem passeios que fazem de Van também, veja isso no seu hotel, mas de carro é excelente e aproveite e vai apreciando a estrada que é linda. Obrigado !!

      Curtir

  4. Marisa Medeiros disse:

    Adorei o seu blog, super completo, estamos indo mes que vem pra Sydney e Melbourne, muito caro as coisas la? Fiquei super anciosa com as suas dicas. Obrigado !!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s