FERNANDO DE NORONHA

Um dos destinos mais lindo do Brasil, Fernando de Noronha tem uma beleza incomparável.

Um lugar como poucos. É preciso conhecê-lo para entender sua magia e descobrir seus encantos, que não se resumem apenas à beleza de suas praias, falésias e mergulhos. Há alguma coisa a mais, uma energia especial que paira no ar, difícil de explicar, mas fácil de sentir. As cores são mais intensas, a natureza é muito presente e as paisagens são fortes e marcantes, mas não adianta tentar descrever, só indo lá mesmo para descobrir.

Taxa de Preservação Ambiental

Lembre-se para usufluir das belezas de Noronha será preciso pagar uma taxa. A taxa é cobrada de acordo com os dias de permanência na Ilha. No entanto, se, por acaso, você sair antes do período programado e já tenha pago, terá direito à restituição da diferença antes de embarcar para o continente.

Da mesma forma, se resolver prolongar a visita, o valor referente aos dias a mais será cobrado no dia do embarque. E o pagamento pode ser feito à vista, cheque, cartões de crédito, dólar etc.

O valor da taxa é R$ 64,25 por dia e deve ser pago no aeroporto no momento do desembarque ou pela internet. Existe também uma taxa de preservação que deve ser paga para fazer as trilhas e custa em média R$ 10.00;

 

noronha1

noronha

FORTE DO BOLDRÓ

Forte do Boldró no pôr do sol, onde a galera tem o costume de festejar o entardecer com aplausos, assobios e um sonzão. Se você quiser assistir ao pôr do sol sossegado, melhor subir ao Forte da Vila dos Remédios, onde há uma ladeira íngreme que espanta naturalmente aqueles que querem levar junto o cooler de cerveja e o sonzinho.

50

VILA DOS REMÉDIOS

Acho que o  Vilarejo de Nossa Senhora dos Remédios é o melhor lugar para ficar hospedado em Fernando de Noronha, porque estando na Vila, você tem muitas opções sem ter que alugar carros ou pegar táxis, como bons restaurantes, mercados, atrativos e lindas praias muito próximas. Também é lá que está localizada a agência dos correios, a agência bancária e o principal ponto de táxi da Ilha.

As praias do Cachorro, Meio e Conceição são as opções mais interessantes nas proximidades, e ainda tem o Forte dos Remédios e a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios construída em 1772 que são duas relíquias históricas da região.

A Vila foi o núcleo definitivo da ocupação portuguesa no século XVIII, edificado no mesmo espaço onde os holandeses permaneceram por 25 anos, no século XVII. O traçado urbano da Vila obedece ao desenho de dois pátios: no espaço superior, o poder civil e no inferior, defronte a igreja, o poder religioso, ambos associados à Horta da Vila. Todas as edificações davam suporte ao sistema carcerário implantado naquele tempo: armazém de produtos agrícolas, merceologia para depósito e distribuição de mercadorias, residências dos guardas e dirigentes da Colônia Correcional, dentre outros.

Outro detalhe é que as vilas de Noronha estão distantes entre si, obedecendo a um plano militar de ocupação.

vila

MORRO DOIS IRMÃOS

Acho que é o ícone mais famoso de Noronha. Não há como visitar o arquipélago e não tirar uma foto em frente as duas formações rochosas quase idênticas uma da outra.  O morro fica na Baía dos Sanchos, vale uma caminhada até a ponta da praia para ficar cara a cara com esse visual incrível.

morro

PRAIA DO CACHORRO

cachorro

A praia do cachorro é bem gostosa e pertinho da vila, com águas calmas, muito gostoso para relaxar a tarde.

TRILHA DO ATALAIA

O trecho da trilha é muito linda e tem muita vida marinha,e você aproveita para  dar uma parada para tomar banho nas piscinas naturais.

ataliaoa1

atalaia2

 

PRAIA CACIMBA DO PADRE

Praia excelente para os amantes do surf, é o pico mais famoso da ilha, com ondas que podem passar de 10 pés. As ondas são fortes e tubulares, quebram em fundo de areia. Funciona com swell de norte e nordeste.

Uma da maiores praias da ilha – 900 metros de extensão – a praia da Cacimba do Padre abriga outro cartão-postal de Noronha: o Morro Dois Irmãos. E as belezas não terminam por aí. As águas são verdes transparentes e repletas de vida marinha, a areia é clara e fofa, e a vegetação nativa dos morros avança sobre a praia. No verão, as ondas chegam a cinco metros. Bom local para apreciar o pôr do sol. No estacionamente, há dois restaurantes. Aproveite para abastecer o cantil!

cacimba

PASSEIO ILHA TOUR

Um passeio completo por toda a ilha de Fernando de Noronha.  Um mix de aventura e lazer, começando a jornada em  carros ‘off-road’, passando por praias com piscinas naturais e pontos históricos. E no final com  um pôr do sol mais lindo que você já viu.

Indico este passeio com duração de 8 horas, você irá passar por lugares variados, piscinas naturais, trilhas, praias lindas e muito mais, é bom você levar sandálias, boné, protetor solar, material de mergulho, câmera fotográfica, o nível de dificuldade é levinho mas dá uma canseira rs………+- 160,00 reais por pessoa, mas vale a pena.

 

ilha1

carang

DICAS: 

Pontos de Surf em Noronha

A Cacimba do Padre é o pico mais famoso da ilha, com ondas que podem passar de 10 pés. As ondas são fortes e tubulares, quebram em fundo de areia. Funciona com swell de norte e nordeste.

O Boldró tem ondas rápidas e tubulares, que quebram em fundo raso de corais. Pico de esquerda, com ondas entre 4 e 10 pés.

A Praia da Conceição por ser mais extensa tem ondas menores, mas é possível ver muitos surfistas disputando “na relax” algumas ondas num surf de fim de tarde. O pôr-do-sol de lá é show! A melhor época para o surf lá é entre Dezembro e Março, quebram esquerdas e direitas de 2 a 8 pés.

A Laje do Bode é um pico de direita com fundo de pedra. As ondas são tubulares, com formação perfeita, variando entre 3 a 8 pés.

Abras é um point break de esquerda, com fundo de pedra e ondas de longas e perfeitas, que variam entre 3 a 8 pés.

Como as ondas e marés em Noronha variam muito, uma dica é conversar com os moradores para saber os melhores horários das marés nas respectivas praias.

Em Fernando de Noronha, a melhor época para a prática do surf é entre os meses de Dezembro e Fevereiro. Nesse período, a ilha é tomada por praticantes do esporte, que chegam em busca do famoso “swell”, fenômeno natural que garante a formação de ondas grandes e tubulares.

PASSEIOS:

Vale procurar antes o que se quer fazer, pesquisar sobre a maré e a proximidade dos locais antes para conseguir montar um roteirinho básico. Acho legal também pedir dicas para a pousada onde estará hospedado de guias, passeios e tal… às vezes eles podem ter bons contatos e muitas vezes a própria pousada realiza certos passeios.

Fora isso, eu acho que vale a pena deixar para fechar lá, pois lá dá para negociar preços, pagando em dinheiro.

TRILHAS: a maioria precisa agendar e, pagando a taxa antes você já tem o seu voucher e pode então agendar antes mesmo de chegar na ilha, o que é mais garantido e até mais prático.

 

 

CLIMA:

Temperatura média de 28 graus, ou seja, é quente o ano inteiro.

COMO CHEGAR:

De avião, pela empresa GOL, através de Recife, ou pela AZUL/TRIP, por Natal. Se você não estiver partindo de uma dessas cidades, saiba que as conexões farão parte de sua viagem. O transfer de para o aeroporto não é problema: várias pousadas e receptivos já fornecem essa cortesia. Portanto, preste atenção neste aspecto quando fechar a hospedagem ou algum passeio.

 

ONDE FICAR: Pousada Magia –  As opções mais baratas e centrais estão na Vila dos Remédios e na Vila Floresta Nova.

ONDE COMER?

Restaurante da Edilma / Restaurante do Zé Maria /Restaurante Flamboyant

QUANDO IR?

Noronha é sempre linda, mas ela muda em relação a cada época do ano.. se você curte surf, a época ideal é no verão: dezembro, janeiro e fevereiro são meses de muitas ondas por lá.

Já se prefere um mar mais calmo, de julho a outubro são os melhores meses, lembrando que setembro e outubro são ainda melhores para quem curte mergulhar, pois a visibilidade nesse período chega a ser de aproximadamente 50m embaixo da água. (Eu fui em julho/agosto).

 

Dicas para compra de Passeios no site:

http://www.atalaianoronha.com.br/

mapa

 

 

Anúncios

10 comentários sobre “FERNANDO DE NORONHA

    • GARAVIAGEM disse:

      Ola, Josi ! Se prefere um mar mais calmo, de julho a outubro são os melhores meses, lembrando que setembro e outubro são ainda melhores para quem curte mergulhar, pois a visibilidade nesse período chega a ser de aproximadamente 50m embaixo da água. (Eu fui em julho/agosto). Grato.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s