PARIS

 

 

Ah !!! Paris, essa cidade é fantástica, riquíssima culturalmente, na minha opinião é uma das cidades mais bela da Europa, é o tipo da cidade que você não cansa de visitar !!!

Berço da cultura e da arte, a capital francesa é um destino que merece ser explorado a fundo e para isso é necessário um certo tempo. O ideal é que o visitante reserve ao menos quatro dias de estadia na cidade, período que, ainda assim, pode não ser suficiente, dependendo da quantidade de atrações a serem visitadas. Pois, atrações é o que não falta na cidade. Então mãos a obra e bora conhecer…….

 

15 LUGARES QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE VISITAR EM PARIS !!!

 

1) CHAMPS-ÉLYSÉES

Adoro andar a pé por essa avenida, apreciando tudo que tem ao redor….. todas as lojas de grife, carros de luxo… que você imaginar você encontra na avenida……

 

champselysees

Conhecida pelos franceses como La plus belle avenue du monde, na tradução literal, “A mais bela avenida do mundo”, a Champs-Elysées (Avenida dos Campos Elísios) é um dos endereços mais movimentados e mais caros de Paris. São 1.910 metros de comprimento repletos de lojas de todos os tipos — entre elas grifes famosas mundialmente, cinemas, cafés e restaurantes.

champs-champs-elysees-parisloja

 

É na Champs-Elysées, por exemplo, que está localizada uma das lojas de doces mais deliciosas (e belas) da capital francesa, a Ladurée, onde você pode experimentar um dos melhores macarons da cidade — os sabores pistache, framboesa e caramelo são imperdíveis —, além de outras delícias, como o chocolate quente e o Eclair de chocolate (doce similar à bomba de chocolate).

 

carro

Mercedes Benz – luxo

Aqueles que curtem andar a pé vão gostar do percurso Arco do Triunfo – Champs-Elysées – Praça da Concórdia (onde está o Obelisco). No caminho, repleto de belas paisagens, aproveite para conhecer o Petit e o Grand palais, a Ponte Alexandre e Jardin des Tuileries.

 

2) ARCO DO TRIUNFO

A construção do Arco do Triunfo teve início em 1806, a mando do imperador Napoleão Bonaparte, mas a obra, criada para celebrar a glória dos heróis de guerra, só foi inaugurada em 1836, no reinado de Luís Filipe. São 50 metros de altura e diversas esculturas adossadas aos pilares. Também estão gravados nas paredes do local nomes de batalhas e de generais de guerra. Do terraço panorâmico do monumento, localizado na praça Charles de Gaulle, é possível admirar uma bela vista da Avenida Champs-Elysées, da Torre Eiffel, entre outros pontos importantes de Paris.

 

arcotriumfo

O acesso à praça é feito por passagens subterrâneas; portanto, não tente atravessar a movimentadíssima pista que dá acesso ao local. O terraço panorâmico fica aberto todos os dias, das 10h às 23h (de 1º de abril a 30 de setembro) e das 10h às 22h30 (de 1º de outubro a 31 de março). As entradas custam 12 € e 9 € (reduzida).

 

3) SACRÉ COER (Basílica do Sagrado Coração)

belíssima construção, tanto por fora quanto por dentro, começou a ser erguida em 1876 e tem uma grande importância para a cidade. Além disso, da cúpula da basílica – até lá são 234 degraus – se tem uma das vistas mais belas de Paris.

 

sacre-coeur-2

094-basilica-sacre-coeurdentro

 

4) PALÁCIO DE VERSAILLES

uma das mais belas realizações da arte francesa do século 18, o palácio de Versalhes foi a morada de três reis até a Revolução Francesa. A luxuosa construção – que fica no subúrbio de Paris – tem 51 mil metros quadrados, 2.153 janelas, 700 quartos e mais ou menos 2 mil acres só de jardins.

 

 

versalhes

Palácio Versailles

Se for a Paris, reserve sem falta um dia para conhecer Versailles. Sei que em uma viagem, um dia inteiro para conhecer apenas um lugar pode parecer desperdício. Mas lhe garanto que conhecer Versailles irá lhe proporcionar uma experiência incrível!

Duas dicas são fundamentais para quem se dispõe a conhecer este Patrimônio Mundial da UNESCO: saia cedo e esteja com muita disposição para encarar filas. Bem, filas para conhecer monumentos em Paris são inevitáveis. No entanto, as de Versailles parecem sem fim. Porém, a espera que no nosso caso, foi de pouco mais de 2 horas, será compensada. E lembre-se: o castelo é fechado à segunda-feira.

versalhes2

Palacio Versailles

Luxo, beleza e ostentação são palavras, que para mim, descrevem melhor o Castelo de Versailles, que começou a ser construído pelo rei Luís XIII e foi transformado e ampliado pelo seu filho, Luís XIV, que em 1682 instalou lá a Corte e a sede do Governo Francês. Os reis sucessores Luís XV e Luís XVI renovaram o Castelo e criam novos apartamentos. A monarquia francesa só deixou Versailles, após os primeiros dias da Revolução Francesa.

versalhes4

Palacio Versailles

 

5) MUSEU DO LOUVRE

Tão procurado quanto a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo e Notre Dame, o Museu do Louvre é uma atração realmente imperdível. É um dos maiores e mais importantes museus do mundo.

 

louvre1

Museu Louvre

 

O acervo é tão grande que seriam necessários uns 5 dias, no mínimo, para conseguir ver tudo. Mas é claro que nenhum turista tem tanto tempo disponível para isso…

O que a maioria acaba fazendo é reservar 1 dia inteiro (o ideal) ou meio período (uma manhã ou uma tarde) para visitá-lo.

PantherMedia 6458043

Museu Louvre

Quem preferir fazer meio período deve levar em consideração o seguinte: o Louvre é gigantesco, muito fácil de se perder e, ainda por cima, é lindo – você vai acabar parando para apreciar várias obras que não estavam no seu roteiro.

 

louvredentro

Museu Louvre

Se o visitante não tiver um planejamento prévio ou foco naquilo que quer ver, com certeza vai ficar mais tempo do que tinha previsto.

 

6) CATEDRAL NOTRE-DAME

A visita à belíssima catedral gótica Nossa Senhora de Paris, que começou a ser erguida no século XII e levou cerca de 200 anos para ser finalizada, é imperdível. O local, palco de vários acontecimentos importantes, como a coroação do imperador Napoleão (por ele próprio), é também o Kilometre Zéro, ponto de onde foram medidas as distâncias da França desde 1768.

notredame

Notre-Dame vista lateral

Notre Dame é tão famosa que recebe mais de 10 milhões de visitantes do mundo inteiro todos os anos. A catedral é composta por gárgulas (estátuas em forma de pássaros), contrafortes e duas torres, sendo uma delas acessível ao público (são 380 degraus até o topo), enquanto a outra abriga quatro sinos. No impressionante interior, você também vai encontrar mobiliário de época, esculturas, o tesouro (coleção de peças sagradas) e muito mais.

 

notredame1

Notre-Dame

Chegue cedo ou terá que enfrentar filas que podem se estender ao longo da praça. A catedral abre todos os dias do ano, das 8h às 18h45 (aos sábados e domingos, o local só fecha às 19h15). A entrada é gratuita. Um balcão de informações, localizado em frente à entrada, abre de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h, e aos sábados e domingos, das 9h às 18h.

Cathédrale Notre-Dame de Paris, Paris – CEP: 75004
Site: http://www.monuments-nationaux.fr
notredamedentro

Notre-Dame interior

7) TORRE EIFFEL

Dispensa apresentações, não é? O monumento francês mundialmente famoso, criado pelo engenheiro Gustave Eiffel, foi inaugurada em 1889. A torre tem 300 metros de altura, 7,3 mil toneladas de ferro e chega a receber milhões de visitantes, todos os anos. Não deixe de subir no topo e admirar uma das vistas mais bonitas de Paris!

torre2

 

A belíssima estrutura, que recebe 7,5 milhões de pessoas todos os anos, pode ser vista de vários cantos da cidade, sob ângulos que parecem deixá-la ainda mais encantadora. No local, o visitante tem acesso aos andares de onde é possível admirar uma das melhores vistas de Paris durante o dia e à noite (quando acontece um espetáculo de luzes). Além disso, cafés e restaurantes, como o famoso Le Jules Verne, além de lojinhas de suvenires, estão instalados no interior do monumento.

A Torre Eiffel abre todos os dias, nos seguintes horários:

– De 1° de janeiro a 14 de junho – das 9h30 às 23h45 (por meio do elevador) e das 9h30 às 18h30 (acesso pelas escadas);

– De 15 de junho a 1° de setembro – das 9h à 0h45 (elevador) e das 9h à 0h45 (escadas);

– De 2 de setembro a 31 de dezembro – das 9h30 à 23h45 (elevador) e das 9h30 à 18h30 (escadas).

Mais informações podem ser obtidas por intermédio do website do monumento que, inclusive, disponibiliza uma página em português.

5 avenue Anatole France, Paris – CEP: 75007
Telefone: +33 892 70 12 39
Site: http://www.toureiffel.paris
Horário: Seg–Dom: 9:30–23:00
8) CAMPO DE MARTE
Seguimos por trás da torre onde fica o Campo de Marte (Champ de Mars), um grande jardim entre a Torre Eiffel e a Escola Militar. O imenso gramado é ponto de encontro, sobretudo, na primavera e no verão, quando centenas de pessoas deitam-se na grama para tomar um pouco de sol. No horário do almoço é um ponto para pique niques e lanches rápidos.
campomarte
Aí também no Campo de Marte acontecem grandes shows, concertos e eventos públicos que os parisienses adoram. A área de 24,5 hectares está no centro de Paris, é aberto ao público e pode ser acessado tanto de dia quanto de noite. O nome é uma homenagem ao Deus Marte.
9) PALÁCIO E JARDIM DE LUXEMBURGO
O Palácio e Jardim de Luxemburgo em Paris é um dos lugares mais belos de visitar em qualquer época na capital da França. Situado no 6ème arrondissiment, o jardim é considerado o maior parque público de Paris e a grande construção em suas dependências é o majestoso Palácio de Luxemburgo onde está instalado o Senado francês. Além dos turistas de todas as parte do mundo, o Jardim de Luxemburgo em Paris é frequentado pela população parisiense que curte o local sentados em cadeiras ou relaxando na grama, lendo um livro ou conversando com amigos em um dia de Sol. O local é, realmente, lindo, repleto de esculturas e espaços para sentar – são mais de 1 mil bancos e 4 mil cadeiras. Se estiver  viajando com crianças, o local é ideal para para levá-los para brincar. É um dos principais pontos turísticos de Paris e da França.
versalhes
Com mais de 200 anos de existência o Jardim de Luxemburgo é um luxo só. Não deixe de admirar a beleza da Fontaine Médicis, encomendada por Maria de Médicis (esposa do rei que não gostava de morar no Louvre e resolveu mandar construir o Palácio de Luxemburgo – hoje casa do Senado), foi inaugurada no jardim no ano de 1630. Reserve uma tarde para conhecer todo o Jardim de Luxemburgo em Paris (junto com o Museu e o Teatro de Marionetes -este aberto nas quartas, sábados, domingos, feriados e férias escolares conforme programação) a dica é conhecer o local juntamente com outros pontos turísticos próximos como o Musée de minéralogie e a Catedral de Notre Dame – o segundo ponto mais visitado de Paris. Para chegar, mega fácil, basta pegar o RER B e descer na estação Luxembourg ou o metrô: estação Odéon (linhas 4 ou 10).
jardim-lux1
Tudo ao redor do Palácio é magnífico, uma beleza estonteante…….
jardim-lux3
10) QUARTIER LATIN

Essa charmosa e interessante região de Paris, localiza-se entre os 5º e 6º (o mais chique) arrondissements, próxima ao Rio Sena. É cruzado pelo Boulevard Saint-Germain e o Boulevard Saint-Michel.

O Quartier Latin de Paris é conhecido por ser uma região boêmia, cheia de bares, restaurantes, sebos, livrarias, teatros, museus, escolas e universidades, sempre frequentada por muitos turistas, estudantes, filósofos e artistas. A origem do nome “Cartier Latin” vem da Idade Média, em que o ensino era todo realizado em latim.

latin-quarter-paris

Bairro Quartier Latin

Lá encontram-se, além da Universidade de Sorbonne, as universidades Paris Assas e Paris VII, o que o caracteriza como uma região mais simples, mais jovem e com menores preços, que cabem no bolso de tantos estudantes. É possível encontrar uma vasta gama de hotéis de 2 e 3 estrelas, principalmente na rue des Écoles.

soubourne1

Universidade Soubourne

Um passeio por essa região de Paris é imperdível e é possível realizá-lo em um dia ou até mesmo uma tarde, dependendo do seu ritmo.

11) PALÁCIO DOS INVÁLIDOS

Palácio do Inválidos é um monumento de Paris que data da época de Luís XIV e no passado serviu de abrigo aos inválidos dos exércitos franceses. Hoje em dia, apesar de ainda acolher alguns inválidos, o palácio é sede de vários museus dedicados à história da guerra e deve ser visitado por qualquer pessoa que se interesse por este assunto.

hoteis_paris_les_invalides_

O Palácio dos Inválidos abre todos os dias, exceto nos feriado de 01 de Janeiro, 01 de Maio e 25 de Dezembro. O horário de funcionamento depende da época do ano:

Começo de Abril até o final de Outubro: das 10h da manhã até às 6h da tarde.
Começo de Novembro até o final de Março: das 10h da manhã até às 5h da tarde.

Obs: o último acesso acontece 30 minutos antes do horário de fechamento.

invalidos-dentro

O Palácio dos Inválidos é facilmente acessado através do metro, descendo na estação La Tour Maubourg ou Invalides na Linha 08 ou na estação Varennes ou Saint François-Xavier na linha 13. Você também pode ir de RER C e descer na estação Invalides. Se você for de ônibus, as linhas que atendem esta região são as linhas  através das linhas 28, 63, 69, 82, 83, 92 e 93.

12) GRAND PALAIS

Construído a partir de 1987 para a exposição internacional de 1900, o Grand Palais é um monumento importante do patrimônio francês. Bela arquitetura sustentando o maior telhado de vidro da Europa.

grandpalais

Grand palais

Este edifício se divide em várias partes e tem várias funções. A entrada principal, na avenida Winston Chuurchill, dá acesso ao grande espaço coberto pela verrière onde são organizados eventos e salões. A entrada do Square Jean Perrin leva às Galerias Nacionais onde regularmente são expostos os melhores artistas do mundo. Por último na entrada da avenida Franklin Roosevelt se encontra o Palais de la Découverte, um museu dedicado às ciências e suas aplicações.

 

grandpalaistelhado

Grand Palais – O grande telhado de vidro

Endereço: avenida Winston Churchill – metrô linha 1 e 13 – estação Champs Elysées Clemenceau.

 

13) PONTE ALEXANDRE III

 

A Ponte Alexandre III, em Paris não tem apenas a função de unir algo. É uma das pontes mais bonitas de Paris, ela liga o bairro Champs-Élysées ao bairro Invalides. Além de unir esses bairros, ela é uma ponte monumental. A ponte foi construída, junto com Grand Palais e o Petit Palais, para celebrar a Exposição Universal de 1900.

 

pont-alexandre-iii-1

 

A ponte Alexandre III simboliza a Arte Nova, estilo arquitetônico que influenciou muito as artes e as esculturas. A ponte é cheia de detalhes, floreada e formas que simbolizam plantas, flores, animais e objetos místicos, como ninfas e querubins. É uma ponte ideal para dar um passeio romântico. Com tempo, observe todos os detalhes esculpidos na ponte, as colunas e as ornamentações, além de admirar o lindo rio Sena.

ponte5

14) MUSEU GEORGES POMPIDOU

Cinema, fotografia, teatro, música e literatura. Todas as formas de expressão estão reunidas no Georges Pompidou, um centro criado em Paris com o foco totalmente voltado para a arte moderna e contemporânea.

Localizado em um prédio projetado por Renzo Piano e Richard Rogers, dois arquitetos que simbolizam o espírito do século XX, o Pompidou já impressiona desde a fachada, com suas cores fortes e várias passagens. Calcula-se que cerca de 6 milhões de pessoas passem pelo local a cada ano, fazendo desse um dos pontos mais visitados da Cidade Luz.

centro-pompidou-em-paris

 

O museu e suas exposições temporárias ficam abertos ao público diariamente (exceto às terças-feiras e em alguns feriados, como 1º de maio), das 11h às 22h. A biblioteca abre das 12h às 22h, durante a semana; e, nos finais de semana, nos mesmos horários do museu. Você pode conferir a agenda completa do Centro Pompidou para a temporada clicando aqui.

 

museu2

Visitantes menores de 18 anos não pagam entrada.

Place Georges Pompidou, Paris – CEP: 75004
Telefone: +33 1 44 78 12 33
Site: http://www.centrepompidou.fr
Horário: Seg, Qua, Sex–Dom: 11:00–22:00 Qui: 11:00–23:00

 

15) MONTMARTRE

A região de Montmartre, imortalizada pelo filme da Amélie Poulain, que fica ao norte de Paris, no bairro 18, é uma das regiões mais bucólicas e charmosas da cidade por causa de suas ruazinhas arborizadas, seus pintores de rua, seus cafés e cabarés. Além disso, como fica no alto de uma colina, oferece uma das mais lindas vistas da cidade.

 

vista

De lá, caminhe para dentro do bairro, explorando uma parte menos turística com ruelas e pequenas lojas charmosas, até chegar na Place de Abbesses. Na praça, vale a pena visitar a loja da Kusmi Tea, que tem chás de todos os tipos possíveis e imagináveis.

 

cha

Ainda na praça de Abbesses há um cantinho escondido, e que quase passa despercebido, onde fica o “Mur de Je t’Aime”, que é um muro com a frase “Eu te amo” escrita em mais de 300 idiomas.

quadro

Siga para a Rue Lepic para ver o Café Deux Moulins, onde foi gravado o filme da Amélie Poulin, e para comer um doce na Les Petits Mitrons, que tem doces maravilhosos!

doce

 

Como ja comentei antes, é neste bairro que fica a famosa igreja de Sacré Coer……

sacre-coeur-2

O Moulin Rouge, um dos mais famosos cabarés de Paris, fica no boulevard de Clichy. Desça na estação de metrô Blanche e logo verá o cabaré. Pegue a rue Lepic, à direita do Moulin Rouge, uma rua de comércio alimentar, tipicamente parisiense.

rouge

Moulin Rouge

 

 

sex

 

 

DICAS:

Brasileiros não precisam de visto para ir a França (aliás, para nenhum país da União Européia). Apenas passaporte válido por pelo menos mais 3 meses após a data de retorno. Permanência de até 90 dias.

Para entrar na Europa é obrigatório ter o certificado Schengen (um seguro básico). Muitos cartões de crédito emitem esse certificado sem custo caso você tenha pago a passagem com ele (não esqueça de solicitar previamente).

 

METRÔ

Para se locomover em Paris: METRÔ! Costumo dizer que Paris foi feita pra você olhar de lado e sempre ver uma estação. São 14 linhas, além de várias outras de trem metropolitano (RER). Você pode ir para absolutamente qualquer lugar de metrô em Paris (além de ser suuuper fácil e claro o mapa). Baixe no celular o aplicativo “Paris Metro”. Funciona mesmo sem internet. Lá você pode traçar as rotas, ver tempos de deslocamento etc. Outra forma de se locomover é ANDANDO. Adorooo andar em Paris!!! Me sinto dentro de um filme. Colocava sempre um tênis confortável e andava MUITO!

Mapa do sistema metropolitano de transportes de Paris (metrô / RER / trem)

mapa

 

A moeda é Euro (leve já trocado). Veja cotação aqui (Bloomberg).

O idioma é o Francês, bien sûr. Muita gente fala que os locais não falam inglês… Que são mal educados quando você não fala a língua deles… Isso mudou bastante!

Existem dezenas de vôos Brasil-Europa. Diretos a Paris: Air France e TAM. Indiretos (com conexão em outro país europeu): TAP (Portugual), Iberia (Espanha), Alitália (Itália), Swiss (Suíça), KLM (Holanda), Lufthansa (Alemanha), British Airways (Inglaterra), entre outras. Dessas, a que menos gostei foi a Tap. Adorei voar pela KLM, o serviço de bordo deles é fantástico.

. Como ir do aeroporto Charles de Gaulle (CDG) a Paris: o jeito mais fácil é ir de RER B (o trem metropolitano, linha B). Na cidade, o RER B chega nas estações: Gare du Nord, Châtelet, St. Michel Notre Dame e Denfert Rochereau. Veja previamente qual é a que faz a melhor ligação com a linha de metrô que chega ao seu hotel. O trecho custa mais ou menos 10 euros por pessoa e a duração da viagem é de aprox. 30 minutos. Taxi é a opção mais cara, apesar de não ser impagável. Já peguei no horário do rush, do aeroporto ao 7eme (próximo a Torre Eiffel) e deu 55 euros.

. Como ir do aeroporto Orly (ORY) a Paris: o jeito mais fácil é ir de OrlyBus. Tem placas nos terminais indicando onde pegá-lo. É um ônibus que faz o traslado direto do aeroporto até uma praça no sul de Paris chamada Denfert Rochereau. Lá nesta praça mesmo já está a estação de metrô linhas 4 e 6 e RER linha B. O trajeto demora uns 30 minutos e custa 7.20 euros por pessoa.

QUANDO IR?

Paris é uma cidade encantadora em todas as épocas do ano; portanto, a escolha do período de estadia vai depender muito dos gostos e dos objetivos de cada visitante. Você pode se informar sobre as condições meteorológicas do local, neste exato momento, neste link.

É durante o verão, por exemplo, que a cidade fica em festa. Nessa época, as ruas estão mais cheias de turistas do que de habitantes locais, até porque é temporada de férias na Europa. O calorzinho incentiva longas caminhadas pelos deliciosos bairros da capital e a realização de alguns festivais de rua. Em contrapartida, a época acaba sendo mais cara para hospedagem.

A cidade fica ainda mais bonita e iluminada no inverno, principalmente por conta das comemorações natalinas e a chegada do ano-novo, mas, apesar de todo esse charme, os dias estarão mais curtos e as temperaturas, bem baixas. A ordem, portanto, é se proteger do frio.

 

ONDE FICAR?

Por ser um dos destinos mais procurados por turistas do mundo todo, Paris é uma cidade que oferece vários tipos de hospedagem. São estabelecimentos pertencentes a grandes redes, hotéis boutique e albergues que se encaixam nos mais diversos perfis e bolsos, mas, apesar do grande número de opções, é necessário se antecipar caso a intenção seja gastar pouco.

Hotel Reseda / Hotel Ibis Cambronne

ONDE COMER?

Le Paradis du Fruit ( 2, Place Saint Michel, Quartier Latin, 75005 )

Anúncios

10 comentários sobre “PARIS

  1. Mirian disse:

    Parabens pelo blog. Voce mencionou que os Parisienses nao gostam muito de falar ingles, senti isso tambem quando estive la rs. Acabei nao visitando o Palacio Versalhes, numa proxima vou, gostei da dica.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s